Home > DICAS > Tudo sobre Taxa de Juros: entenda como funcionam

Tudo sobre Taxa de Juros: entenda como funcionam

Tudo sobre Taxa de Juros_ entenda como funcionam

As taxas de juros devem ser conhecidas por todos. Afinal, juros são o valor pago com dinheiro que não é seu, como “aluguel”.

Se você pedir um valor emprestado, deverá devolver o mesmo valor e um valor adicional como pagamento pelo uso do dinheiro. Esses são benefícios.

1 – O que são juros

Basicamente, os juros podem ser: mensais, anuais ou até diários. As taxas de juros aplicam-se a empréstimos que deixaram de ser pagos, dívidas de crédito e financiamentos, ou seja, você terá pagamentos a maior por não pagar em dia.

Você deve estar pensando: as taxas de juros são terríveis. Mas, não é bem assim! Em alguns casos, como investimento, as taxas de juros podem ser consideradas um retorno. Os juros são responsáveis ​​pela conversão de 100 reais em 110 reais.

Bem, nem tudo é tão ruim quanto parece. O que falta é uma compreensão do assunto, então uma mudança de pensamento fará com que você veja as taxas de juros de outra forma.

2 – Como calcular a taxa de juros

Mas como definir juros? Você vê, nós conversamos sobre um ponto interessante acima. No entanto, para algumas pessoas, felicidade é tristeza para outras. Isso porque as taxas de juros nem sempre são boas. Vamos entender melhor como eles são calculados.

Juros simples

Por exemplo, em um empréstimo, assumimos que o cliente exige R $ 2.000 e a taxa de juros oferecida é de 8% ao mês. Para entender quanto juros serão acumulados em cada pagamento neste exemplo, calcule:

Valor total do empréstimo x porcentagem da taxa de juros = 160.

Ou seja, a cada parcela serão acrescidos juros de 160 reais. Para saber o valor total dos juros no final do contrato, calcule: 160 x meses do empréstimo total = taxa de juros total.

Supondo que o empréstimo acima seja quitado em 5 meses, fica assim: R $ 160 x 5 = R $ 800. Nesse empréstimo virtual, serão pagos apenas 800 reais.

Juros Compostos

O entendimento de juros compostos é um pouco complicado. Entre eles, a taxa é cobrada sobre o valor inicial (por exemplo, o valor total de um investimento) mais o valor dos juros arrecadados no mês anterior.

Na verdade, seguindo o exemplo anterior, fica assim: Suponha que você tenha feito uma aplicação financeira de R $ 1.000 com um prazo de 2 anos e uma taxa de retorno anual de 10% ao ano. Neste exemplo, você obterá o seguinte fluxo de receita:

  • – Ano 0: R$1.000
  • – Ano 1: R$1.000 + R$100 (10% de R$1.000)
  • – Ano 2: R$1.100 + R$110 (10% de R$1.100)
  • – Total ao final de 2 anos: R$ 1.210

Parece complicado para você? Use a calculadora do cidadão do banco central a qualquer momento. Ela completa todos os cálculos de juros para você. Clique aqui.

Agora que sabemos como aplicar as taxas de juros, vamos saber onde aplicar as taxas de juros mais caras.

3 – Aonde estão os juros mais caros?

Vamos falar sobre taxas mais altas, que devem receber atenção especial.

Juros de mora

Você sabia que atrasou a conta? Portanto, os juros sobre pagamentos em atraso são uma taxa cobrada sobre o valor em atraso. Ou seja, se o boleto atrasar, a taxa atrasada ainda terá um valor a ser agregado.

Se você não tiver um planejamento financeiro adequado ou renegociações eficazes, esse problema pode facilmente tornar-se uma bola de neve em sua vida financeira.

Cheque Especial

Como todo mundo entra no cheque especial? Funciona assim: mesmo que você não tenha esse valor em sua conta, o banco analisará sua situação financeira e automaticamente indicará um risco limite para o uso de um determinado valor.

É justamente porque o banco não pode garantir que vai recuperar o dinheiro, então os juros aqui são muito altos.

Crédito

O recebimento de contas mensais é um momento estressante que merece toda a atenção no seu planejamento financeiro. Falando em cartões de crédito, normalmente, você receberá uma fatura e pagará em dia, e o chat acaba.

Agora, em circunstâncias irregulares, você não pagará a fatura nem pagará o valor mínimo.

Em ambos os casos, quer você insira crédito rotativo ou pague o valor mínimo, você encontrará problemas de taxa de juros. Essas proporções são geralmente altas e devem ser evitadas.

Além disso, é importante atentar para as novas regras do banco central, nas quais apenas parte da fatura do cartão de crédito pode ser paga de uma vez, pois na segunda vez as instituições financeiras tiveram que fazer empréstimos com referência ao valor remanescente.

Nota importante: Vale ressaltar que as novas regras do cartão de crédito têm atraído a atenção das pessoas. A regra é a seguinte:

Caso o cliente não pague o valor total da fatura por dois meses consecutivos, ele entrará automaticamente no limite de crédito do banco. Em outras palavras, a dívida total é amortizada automaticamente e a taxa de juros é definida pela agência.

Leave a Reply